Liceu Pasteur - Ensino Médio, Fundamental e Infantil

Notícias / Reportagens

Voltar
Reportagens - 31/10/2017

Feira de Ciências 2017

A edição 2017 da Feira de Ciências do Liceu Pasteur contou com temas que mesclaram as teorias dos livros didáticos com questões como Ética e Cidadania.

No último dia 21 de outubro, o Liceu Pasteur realizou a sua tradicional Feira de Ciências. A exposição reúne turmas do 2º ano do Ensino Fundamental I até as turmas da 2ª Série do Ensino Médio. Quem já foi a uma Feira de Ciências sabe o que vai encontrar pelas salas de aulas. Na maioria das vezes, são trabalhos cheios de muita informação que trazem conceitos de disciplinas como Biologia, Química, Física e Matemática, entre outros. Mas, neste ano, a Feira de Ciências do Liceu Pasteur foi além. Muitos trabalhos tiveram um viés um pouco diferente, e muito valioso. Em meio a toda a teoria científica dos livros didáticos, os temas explorados foram complementados por conceitos fundamentais para formação de uma sociedade: a Ética e a Cidadania.

A percepção desses conceitos estiveram mais fortes nos trabalhos apresentados pelas turmas das 1ª e 2ª Séries do Ensino Médio. E talvez eles mesmo tenham sido pegos de surpresa quando convidados pelo professor Jaime Duarte Jr de Física a explorar o tema Trânsito. Para mostrar um pouco da ideia do que se pretendia ao explorar a questão do Trânsito, o professor Jaime foi ainda mais criativo. Colocou para as turmas a música Rua da Passagem, do cantor e compositor Lenini **, para que eles escutassem. Seria a partir da letra que eles teriam que se inspirar para encontrar subtemas e colocar a mão na massa.

O resultado dos trabalhos foram surpreendentes. Além de conseguirem trazer os ensinamentos que aprendem em sala de aula, os alunos fincaram com força a bandeira da Ética e Cidadania em suas exposições. Era possível perceber que as turmas compraram a ideia e se dedicaram arduamente. Em mais de um mês e meio de muita troca de ideias e suor, eles colocaram em prática todas as ideias que eles mesmos tiveram. Era fácil perceber, por exemplo, que a turma que apresentou o trabalho “Entre Ruas e Avenidas, o Caos” trilhou um caminho que foi pra lá de apenas recorrer a livros e teorias. Eles construíram uma réplica de um jipe para dar ainda mais colorido a tudo o que queriam transmitir em suas explicações. Não por menos, o veículo virou uma das sensações da exposição. Não tinha quem não passasse por ali e fizesse uma foto ou entrasse no veículo. E, com isso, os visitantes passavam a receber as informações ali expostas, como conhecer soluções viáveis que ajudariam a diminuir o caos em nosso trânsito, desde carros menos poluentes até intervenções urbanas que auxiliariam no convívio entre os motoristas e na preservação do Meio Ambiente.

 

Trabalho - Entre Ruas e Avenidas, o Caos: Mariane Menezes, Jéssica Nagao, Giovanna Sakurai, Gabriel Orito, Samuel Antunes, Daniel Sassaki, Letícia Serrano, Gustavo Martins, Júlia Pires, Luiza Pires, Lucas Shim e Sakuko Tsujihana.

No mesmo caminho seguiram os demais trabalhos das demais turmas do Ensino Médio, todos abordando o Trânsito e seus subtemas. Entre outros destaques, estiveram o trabalho que trazia um olhar para a nossa Locomoção, que também tinha por trás as questões de Ética e Cidadania muito presentes. Ali era possível conhecer de perto toda a evolução da maneira como se transita, desde a ocupação do Brasil pelos portugueses até os dias atuais. E com muitos elementos visuais, que mostravam as sinalizações de trânsito, eles levantavam as discussões de políticas feitas ao longo da história para melhorias no vai e vem das grandes cidades. Também chamou muita atenção o gancho encontrado pelo grupo que realizou o trabalho “E se fosse você?”. Com essa pergunta, eles alertavam a todos sobre os perigos do trânsito e como a irresponsabilidade de alguns motoristas pode causar graves acidentes. Para tentar impactar ainda mais quem passava pelo estande, eles conseguiram uma carcaça de um veículo batido, que também se tornou uma sensação ao longo da Feira.

Trabalho – Ética e Cidadania: Locomoção: Pedro Belloli, Vitor Oliveira, Santiago Ferrer, Bruno Voltolini, Marco Aurélio, Gabriel Campos, Daniel Cury, Gustavo Kabbara, Cesar Maluf e Iago Cardoso.

Mas não foram só as turmas do Ensino Médio que provocaram os visitantes com questões de como nós podemos influenciar o mundo para que o nosso convívio seja melhor. Vale lembrar que o programa O Líder em Mim trabalha essas questões com nossos alunos desde o Jardim I, portanto não é surpresa que eles mostrem desenvoltura ao abordar temas mais complexos. Um exemplo foi o trabalho das turmas dos 4os Anos A e B. Com o tema Plantas, eles convidavam todos a viver uma experiência completa que tinha como pano de fundo a sustentabilidade, a preservação do Meio Ambiente e a qualidade de vida. O trabalho contava com quatro oficinas, que começava com uma história contatada pelos próprios alunos, que depois explicavam as partes das plantas e suas funções, davam orientação de como plantar e, ao final, os pais eram convidados a colocar pequenos bilhetes em uma árvore, que recebeu o nome de Árvore da Produtividade, com citações de pequenas ações que podemos fazer para preservar a nossa Natureza. As mães Isabel, Andreia e Luciane, dos alunos Maria, Caio e Bruno, respectivamente, não perderam nenhum lance, deixaram seus bilhetinhos na árvore e se mostraram muito contentes com a desenvoltura dos pequenos.

A verdade é que todas as turmas mostraram que a Feira de Ciências do Liceu Pasteur é sempre cheia de peculiaridades e todo ano traz surpresas. O evento coordenado pelas professoras Maria Helena e Vera, apoiadas de perto por todos os demais professores, é sempre uma oportunidade de fazer com que os alunos encontrem as relações entre tudo o que se vê nos livros com a prática para melhorar nossa sociedade e a relação com nosso planeta.

** Rua da Passagem (Trânsito) - Lenini

Os curiosos atrapalham o trânsito
Gentileza é fundamental

Não adianta esquentar a cabeça
Não precisa avançar no sinal

Dando seta pra mudar de pista
Ou pra entrar na transversal

Pisca alerta pra encostar na guia
Pára brisa para o temporal

Já buzinou, espere, não insista,
Desencoste o seu do meu metal

Devagar pra contemplar a vista
Menos peso do pé no pedal

Não se deve atropelar um cachorro
Nem qualquer outro animal

Todo mundo tem direito à vida
Todo mundo tem direito igual

Motoqueiro caminhão pedestre
Carro importado carro nacional

Mas tem que dirigir direito
Para não congestionar o local

Tanto faz você chegar primeiro
O primeiro foi seu ancestral

É melhor você chegar inteiro
Com seu venoso e seu arterial

A cidade é tanto do mendigo
Quanto do policial

Todo mundo tem direito à vida
Todo mundo tem direito igual

Travesti trabalhador turista
Solitário família casal

Todo mundo tem direito à vida
Todo mundo tem direito igual

Sem ter medo de andar na rua
Porque a rua é o seu quintal

Todo mundo tem direito à vida
Todo mundo tem direito igual

Boa noite, tudo bem, bom dia,
Gentileza é fundamental

Pisca alerta pra encostar na guia
Com licença, obrigado, até logo, tiau

Clique aqui para ver a galeria de fotos do evento

Compartilhe: Voltar